23/06/2016 19h19 - Atualizado em 23/06/2016 19h32

Ganhando R$ 12 mil por mês, jovem de 22 anos revela como passou em 8 Concursos Federais

Kalebe Dionísio, começou sua trajetória aos 17 anos e aos 22 anos conquistou o cargo de Oficial de Justiça Avaliador Federal, no Tribunal Regional do Trabalho no Estado de Pernambuco

Com apenas 22 anos de idade, Kalebe Dionísio, já conta com grandes resultados na sua breve história na área de concursos públicos. Foram 8 aprovações em apenas 3 anos, de 2012 a 2014, em órgãos como a Polícia Federal, o Ministério Público da União (MPU) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e hoje conquistou o cargo de Oficial de Justiça Avaliador Federal, no Tribunal Regional do Trabalho no Estado de Pernambuco.

"O que mais atraiu no setor público foi a remuneração. Com a minha formação atual, de ensino médio, e sem experiência, não existia oportunidade na iniciativa privada que pagasse um salário próximo ao do órgão público. Também pela estabilidade, posso fazer planos e assumir compromissos sem medo da incerteza de estar ou não empregado amanhã", afirma Dionísio.

Atualmente, ele está no cargo de Oficial de Justiça Avaliador Federal, no Tribunal Regional do Trabalho no Estado de Pernambuco, mas continua estudando para alcançar o cargo de seus sonhos, auditor do Tribunal de Contas da União (TCU) que tem salário inicial em R$ 18 mil por mês.

Mas nem sempre foi assim

"Nos primeiros sempre ficava muito longe da nota necessária", conta

Para seguir seu sonho, o jovem encontrou resistência dentro da família. "Alguns parentes diziam que concurso era muito difícil e que era perda de tempo estudar. De alguns amigos ouvia que eu era muito novo, que estava na idade de curtir e que me arrependeria depois de passar essa parte da vida só estudando. Por enquanto não me arrependo de nada, muito pelo contrário", conta.

Assista este vídeo onde ele Ensina sua Técnica de Estudo

Kalebe confessa que o que o motivou a passar em concursos foi a vontade de comprar um carro para arrumar uma namorada

Kalebe sendo entrevistado em uma reportagem da filiada da rede Globo de sua região.

O Kalebe é um concurseiro como muitos outros, teve diversas reprovações no início da sua caminhada de concurseiro, mas aproveitou as reprovações como experiência, persistiu, começou a refinar seu Método de Estudos para Concursos e começou a colecionar aprovações.

Hoje em dia Kalebe Dionísio coleciona aprovações em concurso

Com a escolha da área de atuação, ele passou a estudar de forma contínua as disciplinas comuns em diversas provas como português, informática, direito constitucional e direito administrativo. Assim, quando o edital é publicado, ele revisa essas matérias e inicia o estudo de conteúdo específico de cada prova. "Com essa estratégia estudo para vários concursos da área ao mesmo tempo. Acabo escolhendo os concursos específicos por causa do órgão, da remuneração e da jornada de trabalho", diz.

O estudo de Dionísio é formado por cursos em video aulas e materiais digitais (cursos em PDF). Quando nenhum edital está aberto, ele costuma estudar cerca de 3 horas por dia. Com a publicação do edital, a carga de estudos aumento para 5 a 6 horas por dia.
"O importante é a pessoa descobrir qual método de estudo é melhor para ela", afirma o jovem.









Copyright © 2016 - G1. All Rights ReservedDisclaimerTerms & Conditions | Privacy Policy

This is the bottom slider area. You can edit this text and also insert any element here. This is a good place if you want to put an opt-in form or a scarcity countdown.